Alexander Gutke-0

Editora: Fundação Caixa Geral de Depósitos – Culturgest, Lisboa; Autores: Alexander Gutke, Chris Sharp, Brian Sholis, Bettina Klein; Design: Atelier Carvalho Bernau

Alexander Gutke

No texto que escreveu para este catálogo, Brian Sholis refere que “as obras de Gutke colocam lado a lado dois modos de entender a tecnologia de projeção analógica: Exploded View examina o que é um projetor; Lighthouse demonstra o que faz um projetor.” No mesmo espírito, o Atelier Carvalho Bernau criou uma dualidade na forma de olhar para um catálogo de arte: O que faz um catálogo? Apresenta o trabalho de um artista, fixado num suporte que é ao mesmo tempo um objeto neutro do ponto de vista visual e material. O que é o catálogo? Ou, mais precisamente, o que é um catálogo de arte? Trata-se, geralmente, de uma publicação de grande formato que exibe, de forma eminente, imagens de obras de arte. Neste caso, estas expectativas são fortemente transtornadas e as convenções subvertidas de modo a chamar a atenção para o fenótipo do catálogo de arte enquanto género: o formato é reduzido, quase minúsculo, e à primeira vista parece conter apenas texto. Só numa inspeção mais atenta o leitor descobre que existem imagens – cada página esquerda é um desdobrável onde as imagens estão impecavelmente arrumadas, criando um efeito surpreendente de ampliação do pequeno volume.

Autores: Alexander Gutke, Chris Sharp, Brian Sholis, Bettina Klein
Editora: Fundação Caixa Geral de Depósitos – Culturgest, Lisboa
Design: Atelier Carvalho Bernau

Gráfica: Kösel GmbH & Co. KG, Altusried-Krugzell 
Tiragem: 200
ISBN: 978-972-769-088-6